quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Câmara aprova criação de grupo de reflexão para autores de violência doméstica


Prevista na Lei Maria da Penha, a criação de espaços de educação e reabilitação de agressores é uma das medidas que receberam menor atenção desde a criação da legislação. Seu artigo 30 estabelece o atendimento multidisciplinar voltado à vítima, ao agressor e aos familiares envolvidos. Diante deste cenário, a Câmara Municipal de Natal aprovou, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (17), o Programa Grupo Reflexivo de Homens, uma iniciativa da vereadora Júlia Arruda (PDT) que aposta no diálogo para ressocializar os autores de violência doméstica.

De acordo com Júlia Arruda, embora tenha uma das legislações mais avançadas sobre a violência de gênero, o problema segue endêmico no Rio Grande do Norte, estado que possui uma das maiores taxas de agressões. "Se tratarmos isoladamente a mulher, não vamos ter condições de quebrar de fato o ciclo de violência. Precisamos também fazer uma intervenção com o autor, para ajudar desconstruir posturas machistas. É mais uma política pública para as mulheres em nosso município, que deve ser posta em prática através de parcerias com o Ministério Público e Poder Judiciário".


Nenhum comentário

Postar um comentário

© 2014 Blog do Emerson Miguel - Todos os direitos reservados.
Layout por: Fernando Hal.